quarta-feira, dezembro 29, 2004

para 2005...

espero acima de tudo definições, muitas definições... a todos os níveis!

de 2004...

...despeço-me cheia de energia.

Este foi o ano em que mais viajei, das coisas que mais gosto de fazer. Tive oportunidade de ir até Andorra surfar sem me magoar e de passar 10 dias em Itália onde conheci cidades lindíssimas que me deixaram com ainda mais vontade de lá voltar.

Este foi o ano em que me despedi de um emprego para fazer aquilo que gosto - investigação. Foi uma escolha difícil, visto que em Portugal só com muito amor à camisola se escolhe este caminho. Estou muito feliz com a escolha que fiz, para além de estar no caminho que tinha traçado para mim neste trabalho aprendi imenso, aceitei o desafio de dar aulas e descobri o gosto que tenho por ensinar e como é gratificante saber que fazemos a diferença. Acima de tudo tornei-me uma pessoa mais segura a nível profissional. Houve outros desafios que não pude concretizar, mas tenho o ano de 2005 já cheio de planos para os concretizar.

Foi um ano em que descobri o mundo dos blogs e algumas caras por detrás deles. Para além das amizades, que sei que perduram muito para além da blogosfera, com este blog aprendi também muito sobre mim, como se a palavra escrita me obriga-se a olhar para mim própria.

Foi um ano de algumas desilusões na relação com os outros, de descobrir que nem tudo é o que parece, de perceber que as emoções nem sempre se controlam... por isso mesmo são emoções. Mas foi também um ano que descobri que o amor vale por tudo.

Foi um ano bom... cresci muito, aprendi mais ainda e apesar de ter a consciência que tenho ainda tanto para aprender, é feliz que me despeço de 2004.

Ps. Em relação às resoluções de Agosto, já tenho a minha máquina fotográfica digital e no principio do ano devo ir à neve ;), não perdi kilos nenhuns (Grrr), realmente ponderei em comprar carro ou casa e para já nem uma coisa nem outra, foi uma desportista assídua e só não arranjei uma actividade radical porque não tive tempo... mas posso considerar radical dar aulas? certo? quanto às dúvidas... essas são mais controladas mas não deixam de existir... mas também quem na vida não tem dúvidas?

Parabéns

às minhas duas cunhaditas. Uma faz aninhos hoje, a outra acabou agorinha o curso! Muitos, muitos parabéns às duas. Hoje é portantoS dia de FESTA!!!

já falta pouco C.

é só um par de horinhas, muitos nervos... e nasce mais uma engenheira! estou a torcer-me toda por ti, boa sorte, parte uma perna e muita m#&$@!

miminhos da mamã

À 3 semanas que andava constipada e nem por isso parava para descansar, escusado será dizer que sou péssima doente, não quero tomar medicamentos, não bebo chá, não descanso, não nada. Ontem fiquei de molho, o dia in-tei-ri-nho de cama com chazinhos, medicação e miminhos da mamã. Que bem que me soube! Hoje estou outra, sinto-me muito melhor... mas estive quase a fazer ronha para ficar em casa no quentinho dos miminhos da mamã.

Ps- as mães têm sempre razão!

segunda-feira, dezembro 27, 2004

momento do dia

acabei de entornar lexívia por mim abaixo (ou por mim acima... tanto faz!). se ela estiver tão activa como tem estado nas minhas experiências, tá-se bem! Mania a minha de não usar bata! Grrr...

Natal

Foi um Natal Feliz, um Natal principalmente de reencontros, de amigos que já não via há imenso tempo, de recordar os bons velhos tempos e todas as nossas aventuras... o 8º ano é definitivamente um marco na minha vida. Foi um Natal com os avós e com muito carinho, com brilhozinho nos olhos. Foi um Natal de docinhos e beijinhos e muitas prendinhas... mais do que as que merecia!

Ps. obrigada a todos pela prendinha!


terça-feira, dezembro 21, 2004

não me parece

que fechada no teu quarto irás encontrar as respostas para as tuas perguntas. há um mundo inteiro cá fora, amigos que te conhecem na medida em que te deixas conhecer... somos todos humanos, todos nós cometemos erros e todos os dias aprendemos mais um pouco quando da partilha das nossas vidas fazemos a nossa amizade e cumplicidade. Não te esqueças que muitas vezes é no confronto das nossas vidas que aprendemos um pouco mais sobre nós. muitas vezes é nos outros que nos vimos a nós próprios. Pensa nisso.

segunda-feira, dezembro 20, 2004

por esta altura...

já devia ter os presentes todos comprados e cuidadosamente embrulhados, mas na realidade não estão nem embrulhados nem comprados e nem me apetece pensar no que vou oferecer! Este Natal não me sabe a Natal.... não sei o que se passa comigo mas não me sinto nada natalícia. Acho que vou ter que passar uma tarde inteira a fazer filhoses do ferro para me aperceber que estou efectivamente no Natal.

Parece-me que é tarde...

... para acertar as coisas que deviam ter sido feitas: ajustar as peças do presente nessa mesa onde se acumulavam copos e papéis; separar as questões que os dedos escondiam das respostas que entravam pela boca do desejo, até um êxtase de mão e olhos. Contei as queixas, transformei-as na mais doce das celebrações, arrastei o instante até á berma da eternidade: e trouxe de volta a mais dolorosa das ilusões. De cada vez, porém, era único esse tempo nascido de uma partilha de lugares; e não dei pelo vento que soprava de dentro da vida, levando em direcções diferentes os passos que nos juntavam.

Nuno Júdice

na minha listinha...



Poesia reunida de Nuno Júdice... porque tem sido uma surpresa desbravar os seus poemas!

sexta-feira, dezembro 17, 2004

hoje... é já um dia de sol

Temos sorte que o tempo não se compadece nem com as nossas tristezas nem com as nossas alegrias. Segue um dia atrás do outro, incessante! Há sempre um amanhã... e o tempo cura tudo, não é?

quinta-feira, dezembro 16, 2004

isso é que são modos? ; )

- olha lá ò ranhosa...queres vir jantar lá a casa no sab com a L e a S?

é de família.... só pode!

cenas da vida conjugal (ou quase!)

- hello...terra chama soff. acho que de vez em quando tenho que te trazer à terra , parece que vives na lua.
- helllloooo.... só agora percebeste? sou aquário...duh!

não é fácil viver comigo ;)

mais uma análise cheia de fundamento!!

Seu Arcano Pessoal é:

5 - O PAPA

Palavras-Chave: Moral e Cultura

* Acontecimento marcante a nível psicológico aos 5 anos de idade; Deve ter sido... mas não me lembro!
* Senso moral, ética e dever; Yes sir! (digo eu batendo a pala)
* Questiona tudo e todos; xiiii... aqui apanharam-me
* Espírito filosófico e religioso; filosófico ainda vá lá... religioso?!
* Cuidado ao seguir dogmas ou doutrinas; não caio nessa... lembram-se que eu questiono tudo e todos.
* Ciência; Nem podia ser outra coisa
* Gosta de ensinar tudo o que sabe; confessa... andaste a ler o meu blog
* Interesse por assuntos ligados ao Universo e Deus; mas que insistência com Deus... ainda vou para freira!
* Seriedade; Com conta, peso e medida...muaaaahhhhh.
* Idéias e convicções fortes; Sim!
* Pai ou avô como instrutor ; Não! completamente Não!
* Precisa cicatrizar velhas feridas; e quem não precisa?
* Aristocracia; sim... e eu em cima de um pedestal, não era giro?
* Fé poderosa; ai, ai, ai... aminha vidinha... querem cá ver...
* Aprenda sempre a ouvir a voz interior; obrigada (diz a minha vozinha interior)
* Evite o formalismo; ...na boa!
* Poder pela comunicação; ... a ver vamos
* Dom de curar, principalmente pelo VERBO; ... faço por isso quando não tenho mais nada com que ajudar
* Sintonia interior; Tem dias...
* Respeito e postura; Respeito é muito importante .... a postura é que é assim um bocadinho costas tortas!
* Aprecia estudar e debater assuntos de interesse; sim!
* Idealismo; SIM
* Cuidado com papéis ou documentos; e notas?
* Ansiedade; tenho dias...
* Atenção quanto às coronárias, medula, circulação sanguínea; ... é verdade, ando aqui com uma....
* Sentimento histórico; ãh? ké?
* Relacionamento afetivo com pessoa mais madura e que instrua ou ensine; cof... cof
* Supremacia intelectual; Eu é que sou o presidente da Junta...
* Desejo de estar em acordo com todos; é bom... ganhamos todos
* Não revele seus planos aos outros; não?
* Livros são uma paixão; yap, yap
* Organize-se; ok... é só acabar isto e vou já trabalhar
* Administração de bens ou posses; administro para mim...pois claro
* Passa credibilidade; carinha de santa... não mata uma aranha (pois não! Aspiro-as.)
* Pragmatismo ou ceticismo; hummmm....
* Empenha-se com amor em tudo; nada se faz sem amor
* Evite o absolutismo; tem toda a razão!
* Aprenda a colocar seus sonhos em prática ... fiquei sem palavras ; )

o que diz o teu nome aqui, via

quarta-feira, dezembro 15, 2004

das palavras que escreves

gosto da forma como as palavras transbordam de ti... ou tu das palavras, eu já nem sei. gosto da forma como te dás a elas e a generosidade com que elas se moldam a ti. gosto da forma como brincas com as palavras e como elas me fazem cócegas na nuca. gosto de, tantas vezes, me rever no que escreves e fazer dos teus textos um espelho do que sinto. gosto de fazer da tua escrita a minha leitura.

em prospecção

palavra estranha esta...

do Lat. prospectione, visão sobre o futuro
sondagem para descobrir o valor económico de um jazigo ou de uma região mineira.


Realmente... se não for a minha morte é o meu grito de Ipiranga!

Ps. post a desencriptar brevemente.

terça-feira, dezembro 14, 2004

acabaram as aulinhas

se por um lado sinto um grande alívio por as aulas chegarem ao fim e não ter que passar noites mal dormidas em stress, sei que este alívio é apenas momentâneo e não tarda nada (mesmo nadinha!) vou sentir saudades. Para além da matéria que coloquei em ordem na minha cabeça, deu-me um gozo imenso ter transmitido estes conhecimentos e ter recebido em troca o gosto com que os meus alunos acompanhavam as aulas e as matérias, enfim... o gosto que tinham em aprender. Sei que em parte, pequena talvez, fui eu que lhes transmiti esse gosto. Consegui fazer a diferença e isso faz-me muito feliz.... muito mesmo!

PS- acho que descobri uma vocação ;)

segunda-feira, dezembro 13, 2004

na minha listinha...

o contador ali do lado vai chegar aos 4000 antes do natal... pelo menos ;)

será que...

acabei de sentir um tremor de terra ou foi só impressão minha?

o amor?

"... Acontece quando alguém se reconhece noutro, até ao ponto de perder a certeza da sua indentidade. Até já não saber se tem uma identidade. Acontece por tudo e por nada. Em tudo e no nada. Num movimento de olhos ou no gesto suspenso de uma mão. Num beijo terno, em muitos beijos imaginários. Numa palavra que se diz, em palavras que se pressentem."
João Lopes, in Uma pele contra outra pele, Diário de Notícias de 11/12/2004.

roubado daqui

e claro...

o teu gato felpudo, não confundir, é a coisa mai linda!



blogo-girly-christmas-dinner

(elas já disseram quase tudo)

em casa da Lénia às 8 (9 para as lilis). Azáfama de um lado para o outro a preparar as iguarias, pelo meio ainda houve tempo para empurrar o carro da Sónia (nada como um exerciciozinho antes de jantar para abrir o apetite), muita cantoria e algumas sing stars a serem descobertas, muito party e uno, muito tricot de malha e tricot de lili e claro as prendinhas da Sofia


e da Inês



Muitos sorrisos... ah e a surpresa também foi gira ; )!

sexta-feira, dezembro 10, 2004

tatoo

(...)

quando o sol me toca a curva do pescoço,
sinto o calor como um abraço teu,
feito de sussurros que sinto colarem-se à pele.

permaneces em mim, para além do óbvio.

(...)

finalmente o natal chegou...

Com todo este sol quase me esquecia de fazer a árvore de Natal, lá em casa ninguém tem paciência para a decorar e acabo por ser eu a cuidar disso, se eu me esqueço não sei o que será do Natal. Também já comecei a comprar os presentinhos, o que quer dizer que a conta caminha a largos passos para dois dígitos!
Continuo, no entanto, à procura do espírito de Natal... alguém o viu por aí?

quinta-feira, dezembro 09, 2004

terça-feira, dezembro 07, 2004

runaway

(...)

eliminar todos as certezas, principalmente estas que me colocam em dúvida de tão certas que as sinto, de tão impensáveis que me parecem, de tão ridículas da forma como se assumem. riscar por cima do sonho. abreviar as amplitudes do desejo. acalmar a ânsia com que respiro o ar ás golfadas. ser serenidade, fingir que até aprendo com isso.
...
Em fuga para a frente e perceber que não existem passos que me levem a outro qualquer lugar.

(...)

post da inveja

(depois não digam que não avisei!)

Não tenho fotos do fabuloso, espectacular concerto dos the Gift, ontem no São Luiz. eu empoleirada lá de cima do balcão, desta espectacular sala, completamente vidrada nos sons, até me doem as mãos de bater palmas, só gostava de ter dançado mais...
também não tenho fotos do espectacular crepe com gelado que comi na hagan-daz do chiado, dois minutos antes de entrar para o concerto...

e também não tenho fotos das olheiras que trago hoje por me ter levantado às 6 da manhã, ok! ;)

PS- brigada xandra!

segunda-feira, dezembro 06, 2004

e daqui a 3 horas...

I want (more than) 5 minutes of everything...

mais intraduzíveis

para a juntar a estes

ilunga, termo do idioma Tshiluba" da República Democrática do Congo, que significa "aquele que está disposto a perdoar uma vez, duas vezes, mas nunca uma terceira"

Shlimazi, palavra Ídiche para "alguém que tem sempre azar"

e espantem-se...

Saudade, a nossa palavra não tem tradução directa, significa "a certain type of longing" fora de Portugal.

Ps- mais intraduzíveis procuram-se!

com o gang...

dos blogs é o divertimento garantido ou o seu dinheiro de volta!

sexta-feira, dezembro 03, 2004

Em quem pensar, agora, senão em ti?

Tu, que

me esvaziaste de coisas incertas, e trouxeste a

manhã da minha noite. É verdade que te podia

dizer:"Como é mais fácil deixar que as coisas

não mudem, sermos o que sempre fomos, mudarmos

apenas dentro de nós próprios?" Mas ensinaste-me

a sermos dois; e a ser contigo aquilo que sou,

até sermos um apenas no amor que nos une,

contra a solidão que nos divide. Mas é isto o amor:

ver-te mesmo quando te não vejo, ouvir a tua

voz que abre as fontes de todos os rios, mesmo

esse que mal corria quando por ele passámos,

subindo a margem em que descobri o sentido

de irmos contra o tempo, para ganhar o tempo

que o tempo nos rouba. Como gosto, meu amor,

de chegar antes de ti para te ver chegar: com

a surpresa dos teus cabelos, e o teu rosto de água

fresca que eu bebo, com esta sede que não passa. Tu:

a primavera luminosa da minha expectativa,

a mais certa certeza de que gosto de ti, como

gostas de mim,até ao fundo do mundo que me deste.


Nuno Júdice

na minha listinha...


porque sim!

à T.

De Tudo, Ficaram Três Coisas:

A certeza de que estamos sempre começando...
A certeza de que é preciso continuar...
A certeza de que seremos interrompidos antes de terminar...

portanto devemos

fazer da interrupção um caminho novo...
Da queda um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Da procura... um encontro"


Fernando Pessoa

quinta-feira, dezembro 02, 2004

na minha listinha...



Uma mão cheia destas coisinhas... e telas graaaaaandes, uma verdadeira artista portantoS!

até já

Tenho tantas saudades tuas que quando te encontrar vou apertar-te num abraço que dure pelo tempo todo que não nos vimos, pelas coisas que não partilhámos, pela amizade que mesmo a distância e o tempo não alteram. E sei que quando o abraço acabar, vai ser como se ainda ontem nos tivéssemos visto e o amanhã seja um dia para partilharmos. até já!

a repetir

Eu sei que o tempo é um sacaninha, que passa a correr e não deixa espaço para mais encontros, mais conversas, mais cumplicidades! Mas, de quando em vez, abre uma brecha. Ontem foi a grande reunião dos parzinhos, sim... Our trio is down to zero. Os meus pãezinhos de alho tiffosi estavam quase melhores que os do tiffosi, a lasanha da Taty estava uma delícia e o cheese cake (que devia ser tiramisú) da martocas estava supremo, mas já só pude comer metade... foi muito bom... e os rapazes só ganharam ao Party porque são uns grandes batoteiros!