terça-feira, julho 31, 2007

FÉRIAS!!!

já estou de férias... e que merecidas que são. Pela primeira vez, quando saí do trabalho e entrei no carro gritei - Férias!! Devo estar a ficar maluca, pensei. Estou mesmo a precisar de descansar.

segunda-feira, julho 30, 2007

#036

just like that

dos dias que antecedem as férias

Invariavlemente passados, num último fôlego, a terminar todos os documentos pendentes, a preparar todas as encomendas, a deixar o material pronto para um novo começo em Setembro. Este ano, não é diferente embora muitas das coisas que preparo agora não sei se irão ter continuação. A certeza é que algumas vão mesmo ficar para trás e por isso mesmo custa mais.
Há quase um ano que não tenho férias, foi um ano de loucos. As aulas no primeiro semestre com a ausência de fins de semana e presença no norte do país, o segundo semestre de adaptação à nova casa, o trabalho em excesso do meu amor, o adiar das férias, resultaram num grande cansaço físico e psicológico.
Falta um dia para ir de férias... e já só conto os minutos!

quarta-feira, julho 25, 2007

inquérito

Por sugestão da sofia, aqui vai:

1- Estás mais envolvido com o sarcasmo ou com a gentileza, na tua escrita de internet?
Acho que com a gentileza, embora de quando em quando possam surgir uns rasgos de sarcasmo, assim para acordar e desempoeirar.

2- Acreditas que os teus ideais políticos te definem?
por não me definirem abdiquei de ideais políticos.

3-Qual é o elemento essencial de uma relação?
Claro que não existe só um, mas vários. Ainda assim, acho que alguns se sobrepoem a outros e para mim respeito é um dos principais. Com o respeito vem a tolerância, a comunicação, a partilha. Cumplicidade e amor constroem-se neste emaranhado e a amizade é um dado adquirido.

4-É difícil levantares-te de manhã?
é, embora prefira trabalhar de manhã.

5-Qual foi a última coisa mais bonita que viste?
o meu gato deliciado ao sol


6-Por que sou tão medricas quando vou ao médico? E tenho tanto medo do amanhã?
Não sou medricas quando vou ao médico, a não ser que seja uma coisa nova com a qual não saiba se vou sentir-me à vontade. já o amanhã me deixa um pouco apreensiva. No geral tenho medo do desconhecido.


7- Se pudesses conhecer alguém que não conheces quem seria?
sinceramente, nao faço ideia


8- É fácil gostar-se de ti?
Acho que sim, mas outros dirão melhor que eu.

Passo a palavra à batixa, à sandra, à catarina, à xana e à morgy.

#031

brrrrenhau!

segunda-feira, julho 23, 2007

domingo, julho 22, 2007

weekend a dias

vesti o avental e dei a volta à casa. máquinas de roupa, de loiça, regar plantas, limpar areia do gato, varrer varanda, aspirar e limpar o pó, estender roupa, passar a ferro, arrumações. puff, estou cansada, mas consegui cumprir mais uma tarefa do projecto 101. Dei uma volta no armário e escolhi a roupa que já não uso e o armário ficou um brinco. Cada vez mais ocupado por coisas minhas, do que por coisas dele... mas como sou eu que arrumo, ele nem dá por isso. tarefa 6... done.

#028

home sweet home

quarta-feira, julho 18, 2007

46. participar num protesto

Foi a primeira vez que participei num protesto/manifestação/concentração e tenho a certeza que valeu a pena. Com esta participação realizo também a primeira acção do projecto 101 e tenho que confessar, ter feito este projecto foi determinante para a minha participação. Estipular um plano e segui-lo é mais fácil quando escrevemos e somos confrontados com isso.

Cheguei cedo, vi muitas caras conhecidas e matei algumas saudades. Engraçado que quando nos juntamos nem precisamos de explicar as situações difíceis porque vamos passando na nossa vida de bolseiros. Seja pelos ordenados em atraso pela insegurança no trabalho ou pela inexistência de perspectivas de futuro... já está tudo caricaturado, já aprendemos a viver com isso. Talvez por isso não seja de estranhar que o nosso pedido seja... ter um contrato de trabalho, tão simples como isso.
Não queremos mais dinheiro, queremos apenas ter tantos direitos como qualquer outro trabalhador... segurança social, subsídio de desemprego, contrato de trabalho e deixarmos de ser definidos profissionalmente pela forma de pagamento. De uma coisa não nos podemos queixar, adoramos o nosso trabalho... só assim se explica esta vida.

#024

if you are not part of the solution, you are part of the percipitate


terça-feira, julho 10, 2007

Cá se vai andando...

já deu para percebe que por estes lados as palavras são parcas. A saber, o trabalho está interessante, a vida vai andando aos altos e baixos, muitas decisões a tomar nos próximos tempos, muitas mudanças no horizonte. Posto isto, aguardo por ventos e mares de calmaria, até lá... vou contando a minha história pela lente da minha máquina fotográfica. enjoy!

#016

bright red... again

terça-feira, julho 03, 2007

#009

... on ice

cientista na cozinha

Havia no meu frigorífico um melão verde, à espera de apodrecer ou que eu arranja-se coragem para o despachar para o balde do lixo. Quando abro a porta do frigorífico, acende-se uma luz na minha cabeça . Porque não fazer sopa com o melão? Não é uma ideia assim tão estapafurdia. A loja das sopas faz uma sopa de laranja, que é mais aguada e amarga e afinal de contas fazemos sopa com as primas abóboras e courgettes, porque não fazer com melão?
só vos digo... ficou óptima, podem fazer à vontade!

ps. detesto deitar comida fora.