quarta-feira, outubro 26, 2005

segunda-feira, outubro 24, 2005

[aqui vou ser feliz - episódio 7]

a casa é nossa!!! e é linda !!!
O contrato de promessa compra e venda está assinada e a conta bancária devidamente surrupiada.
Entretanto passámos revista aos acabamentos, tirámos todas as medidas (possiveis e imaginárias). Percebemos que temos mais 1 metro quadrado no quarto, menos meio metro no escritório, menos 2 na sala e mais 2 e meio na varanda (que já era enorme), Saldo: mais 1 metro quadrado... mal distribuído.
Já vos disse que a casa é linda?
;)

quinta-feira, outubro 20, 2005

[de nervoso miudinho]

Lá vou eu para mais um semestre de aulas. O desafio é agora maior e apesar de tudo os nervos são menos... afinal a experiência, por muito pouca que seja, serve para alguma coisa ;)!!
até já!!

quarta-feira, outubro 19, 2005

[em casa onde não há pão...]

Começo o dia a preparar a aula de amanhã (avisaram-me ontem que sempre ia dar aulas, á última da hora) já estou a stressar... não gosto de preparar as coisas em cima do joelho e além disso sempre achei que ensinar deve ser um acto de grande responsabilidade, gosto de ter tudo preparado. Como temos uma reunião (marcada à última da hora), temos de preparar a aula em ainda menos tempo. Estou atrasada para almoçar e consequentemente atrasada para a assinatura do contrato de promessa compra e venda da casa "aqui vou ser feliz". Apanho o autocarro, à saída uma miúda mal educada e um senhor de meia idade desatam á pancada um com outro, o senhor voa pela porta... só o vejo no chão a levantar-se e a voltar. Agarro nela para a acalmar... e depois afasto-o dela, ficaram os dois estáticos à minha voz... estava a ver que ainda sobrava para mim!! Foi uma cena muito triste que revela a pobreza de valores do nosso país, fruto da má de educação. Chego atrasada para assinar o contracto... afinal uma cláusula não está de acordo com a lei e não é possível reconhecer o contracto. Corrida inglória. Vamos ao banco fazer mais uma simulação, novamente a minha situação de bolseira coloca em causa um melhor negócio... só faltou dizer que ter as minhas condições ou não trabalhar é o mesmo. Mais uma situação lamentável, fruto da ingovernância do nosso país. Volto para casa, no caminho mais uma cena de pancadaria com polícia ao barulho. Chego a casa triste, triste com a má educação das pessoas, com a falta de valores da sociedade, falta de sensibilidade das pessoas que têm o poder para mudar alguma coisa, não me apetece preparar melhor a aula... não tenho motivação para isso!

...todos ralham e ninguém tem razão!

domingo, outubro 16, 2005

[homens... essa espécie rara]

os homens acham que por terem carro são mecânicos! a tarde inteira a montar o carro telecomandado... e continuam a sobrar peças.

quarta-feira, outubro 12, 2005

[da (pouca) escrita]

Por aqui a escrita tem sido pouca, eu sei. Esta azáfama da compra da casa tem-me roubado toda a energia, na verdade não consigo pensar noutra coisa. Desde a procura, à aprovação dos pais, (manos e amigos), às imensas contas que fazemos, aos esticanços do orçamento para um lado e para o outro, à decoração, IMI's e IMT's, empréstimos e CPH... é muita coisa. Fomos apanhados desprevenidos, não estávamos à espera de encontrar a casa "aqui vou ser feliz" tão depressa. Estamos empolgados... é tudo novidade para nós. Estamos felizes. ;)

[e podia ficar aqui o resto do tempo a falar sobre isto... por isso é que não escrevo no blog tanto quanto gostaria, tenho de me controlar para que não se torne num blog imobiliário!]

sexta-feira, outubro 07, 2005

[aqui vou ser feliz - episódio 6]

agora percebo como se fazem úlceras nervosas. Claro que aquecer os cereais do pequeno almoço no microondas, sem leite também não ajuda!!

quinta-feira, outubro 06, 2005

[aqui vou ser feliz- episódio 5]

Image hosted by Photobucket.com
3ºA e uma varanda/terraço virada para o sol!

quarta-feira, outubro 05, 2005

[aqui vou ser feliz - adenda ao episódio 4]

É muito importante que a casa também agrade aos pais e às mães. Conclusão que daqui retirámos, para os pais é peciso que seja uma boa casa, com bons acabamentos, boas áreas, que tenha estacionamento; para as mulheres em geral é preciso que, seja gira (principalmente a cozinha), que tenha uma boa disposição solar e varanda; para as mães em particular é preciso que seja perto, muito perto... delas!

terça-feira, outubro 04, 2005

[aqui vou ser feliz - episódio 4]

Procurar casa é um full time job, por muito que se tente levar a coisa nas calmas. É preciso definir o budget, pesquisar a oferta na net , marcar com as imobiliárias as visitas, arranjar o tempo e a paciência para ver as casas. Discutir as prioridades e os gostos pessoais. Depois procurar crédito, pesquisar na net, simular o crédito, ir aos balcões (é sempre diferente o valor na net e ao balcão). Negociar o valor da casa. Ver se está tudo bem com o PDM, com as finanças e com a licença de habitação. Negociar o valor do crédito. Tudo isto até escolher a casa... fora toda a papelada (e todos os aéreos) para a compra propriamente dita.

cenas dos próximos capítulos: aguarda-se, ansiosamente, um final feliz!