segunda-feira, maio 24, 2010

espírito quebrado

Não costumo conduzir muito, porque normalmente ando de transportes públicos, mas agora que ando de motorista tenho conduzido todos os dias, por Lisboa em hora de ponta. Não sou propriamente naba, tenho carta desdo os 18, gosto de conduzir e acho que conduzo bem e acho que o problema é precisamente esse... conduzo bem. Respeito as regras, os piscas e as prioridades e por isso muitos condutores, e até acompanhantes, acham que sou naba, ingénua e boazinha porque deixo entrar ordeiramente à minha frente quando em fila (não deixo quando me querem passar à frente no trânsito), faço pisca antes de me lançar para a faixa do lado, dou prioridade a quem vem da direita e às manobras de quem vai à minha frente. Quando não respeitam o mesmo código que eu fico zangada, muito, e barafusto e lá vem outra vez o és ingénua, e és boazinha, tens de ser como eles senão não te safas! E é esta inversão de valores que me quebra o espírito, na condução e na vida. Eu espero que cada boa acção da minha parte, seja vista como algo bom e não como alguém que é naba e não quer seguir o caminho (mais fácil) de toda a gente. Porque esse eu também conheço, mas escolhi não seguir. Nos tempos que correm (depressa, demasiado depressa) o desafio não é ser bom, é conseguirmo-nos manter bons, mesmo quando nos tentam quebrar o espírito.

5 comentários:

Adelaide disse...

concordo plenamente: o desafio é mantermo-nos bons, mesmo quando tudo parece jogar contra nós. haja resistência!
jitos

Dora disse...

Conduzir é das coisas que mais gosto no mundo. Adoro mesmo!

Dorushka disse...

Não podia concordar mais consigo. Na vida, como na estrada, há que seguir os nossos princípios, ainda que os outros achem que assim não chegamos lá. Chegamos sim, pode ser mais devagar, mas chegamos. E de consciência tranquila!

Cibele Chaves disse...

E quando se trata de educar alguém nesses princípios? Eu tenho uma filha a caminho dos 3 anos e às vezes questiono-me se estou mesmo a prepará-la para a vida...

ela* disse...

Acabe de tirar a carta! é das melhores coisas :)